• Seja bem vinda(o) a Casa da Toalha, encontre aqui produtos de alta qualidade com o melhor preço.

Qual o número ideal de jogos de lençóis para ter em casa?

Publicado em 14.01.2021 |
260 visualizações

Para saber qual o número ideal de jogos de lençóis para ter em casa, é preciso saber quantas pessoas moram com você e se tem o hábito de receber hóspedes. A partir daí já temos um primeiro indicativo.

O ideal é que, além dos jogos de lençóis em uso, você possa permitir que cada um faça ao menos uma troca semanal, por isso dois jogos por pessoa é o mínimo. O ideal é pelo menos três. 

Agora, se você quiser variedade, é claro que pode adquirir mais. Vai ser também uma opção para variar até o ambiente.

Qual o nmero ideal de jogos de lenis para ter em casa

Devo ter jogos de lençóis de solteiro ou casal?


Bem, isso depende, de novo, de com quem você mora e que tipo de hóspedes recebe, além dos tipos de cama disponíveis. Se só há um casal na casa, e as camas ou sofás são de solteiro, os jogos devem acompanhar.

Por isso, quando pensar qual o número ideal de jogos de lençóis para ter em casa, é preciso saber também que tipos de jogos serão necessários.

Lençóis mudam a decoração


Outra coisa bacana de ter em mente quando for organizar o enxoval quanto a qual o número ideal de jogos de lençóis para ter em casa, é saber que eles ajudam e muito na decoração. Se você quiser mudar totalmente a cara de um ambiente, pode contar com estampas ou cores bem contrastantes para obter esse efeito.

Por isso, quanto mais jogos diferentes você tiver, mais poderá mudar as cores do quarto. Ou pode optar por poucas variações de cores e completar o design com a troca de capas de almofadas, colchas e cobre-leitos.

Quantos lencóis afinal? Aplique esta regra


Uma forma de saber qual o número ideal de jogos de lençóis para ter em casa, e isso vale para toalhas, também, é considerar que você tenha pelo menos 1 peça em uso, 1 lavando e 1 guardada. 

Pense assim: você deve usar por em torno de uma semana um jogo de lençóis. Vai colocar para lavar e precisa ter outro para trocar. E ainda é bom considerar problemas de clima ou outros percalços na hora de lavar e secar.

Quem nunca enfrentou aqueles dias em que nada seca? Ou de muita coisa na “fila” pra lavar, e aí atrasou tudo?

Então é sempre bom ter opções.

Se der pra ter mais um ou dois de reserva, melhor. Eles podem ser bem diferentes dos “básicos”, naquela ideia de ter opções para mudar a cara do seu quarto num passe de mágica.

E se os hóspedes suam muito ou sujaram mais rápido o lençol?


Bom, isso é algo que você vai ter que lidar conforme a intimidade que você tem com seus hóspedes, talvez até perguntando. Sua casa não é hotel, e a não ser que esteja alugando um espaço por temporada, é bom deixar claras as suas limitações.

Homens adultos e adolescentes costumam suar bastante, por exemplo.

Uma forma de calcular pode ser a mesma válida para você: 3 jogos. Assim você pode ter tempo hábil para lavar. Lembrando que isso é um mínimo.

Algo que pode ser um problema é receber hóspedes que façam xixi na cama.

Caso você receba crianças ou idosos com problemas urinários, uma grande dica é ter um lençol plástico embaixo do lençol de forro. Isso vale até para quem leva o cachorrinho junto para dormir.

Além de proteger o colchão, vai facilitar muito a limpeza depois.

Dicas para preservar os lençóis


Veja bem, até aqui foram as dicas pensando em lençóis novos ou em bom estado. Se os seus lençóis já estão desgastados, em primeiro lugar: passe na Casa da Toalha e leve o seu!

Em segundo, saiba como cuidar melhor deles para que durem mais.

Algumas dicas valem sempre, como: lavar logo que chegam; não usar amaciante; lavar com vinagre e bicarbonato de sódio; não misturar com outras cores; não misturar com outras roupas.

Além disso cuide da temperatura da secagem e excesso de sol para não desbotar as cores.

Outra dica é uma “revisão” periódica para ver se não estão ficando encardidos ou se não houve nenhum acidente - mancha ou rasgo - que precise de atenção especial.

E, é claro, troque os lençóis com periodicidade de pelo menos uma semana, nada de deixar mais tempo para que ele acumule suor, bactérias e comece a manchar. Aí, além de ser algo não muito higiênico. vai ficar cada vez mais difícil de fazer ele voltar ao normal.